Aqura

Frases de Santos sobre a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo

 
·         As chagas de Jesus Cristo ferem os corações mais duros e aquecem as almas mais frias (São Boaventura).
 
·         Para a pessoa unida a Cristo na cruz, nenhuma coisa é mais consoladora e gloriosa do que trazer consigo os sinais de Jesus Crucificado (Santo Ambrósio).
 
·         Se quereis progredir no amor de Deus, meditai todos os dias a Paixão do Senhor. Nada contribui tanto para a santidade das pessoas como a Paixão de Cristo (São Boaventura).
 
·         Vale mais uma lágrima derramada ao lembrar da Paixão, do que o jejum a pão e água em cada semana (Santo Agostinho).
 
·         O bem que Jesus alcançou com a sua morte é maior do que o dano causado pelo demónio com o pecado (São Leão Magno).
 
·         Mas o mistério da Cruz e da Ressurreição garante-nos que o ódio, a violência, o sangue e a morte não têm a última palavra nas vicissitudes humanas. A vitória definitiva é de Cristo e nós devemos voltar a partir d’Ele, se queremos construir para todos um futuro de paz autêntica, de justiça e de solidariedade (São João Paulo II).
 
·         Vós, Redentor, amastes o homem de tal modo que, quem considerar este amor, não pode deixar de vos amar. O Vosso amor faz violência aos corações (São João de Ávila).
 
·         Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu o seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por ele (Jo 3, 16-17).
 
 
·         Em verdade, ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou os nossos sofrimentos: e nós o reputávamos como um castigado, ferido por Deus e humilhado. Mas ele foi castigado por nossos crimes, e esmagado por nossas iniquidades; o castigo que nos salva pesou sobre ele; fomos curados graças às suas chagas (Is 53, 4-5).
 
·         Pela sua paixão e morte na cruz, Cristo deu novo sentido ao sofrimento: desde então este pode configurar-nos com Ele e unir-nos à sua paixão redentora (CIC 1505).
 
·         Era quase à hora sexta e em toda a terra houve trevas até a hora nona. Escureceu-se o sol e o véu do templo rasgou-se pelo meio. Jesus deu então um grande brado e disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, dizendo isso, expirou (Lc 23, 44-46).
 
·         Jesus, minha esperança e meu amor, para não me perderdes, quisestes perder a vida (Santo Afonso Maria de Ligório).
 
·         Não há árvore mais apropriada para produzir e conservar o amor de Deus do que a árvore da Cruz (Santo Inácio de Loiola).
 
·         Olha aquela Cruz, aqueles sofrimentos, aquela morte cruel de Jesus por ti. Após tantas e tão grandes provas de amor não podes duvidar que ele te ama e te ama muito (São Tomás de Vilanova).
 
·         Quem não se enamora de Deus, vendo Cristo morto na Cruz, não se abrasará jamais (São Francisco de Assis).
 
·         Agirei com confiança esperando com firmeza, pois nada do necessário para a salvação me será negado por aquele que tanto fez e sofreu para me salvar (São Boaventura).
 
·         Senhor, quando vos vejo na Cruz, tudo me convida a amar: o madeiro, a vossa pessoa, as feridas do vosso corpo e principalmente o vosso amor. Tudo me convida a vos amar e a não me esquecer mais de vós (São João de Ávila).
 
·         Meu amado Redentor, vida de minha alma, eu creio que sois o único bem digno de ser amado. Creio que sois aquele que me tendes mais amor, porque chegastes a morrer consumido de dores por mim, só por amor (Santo Afonso Maria de Ligório).
 
·         Para a pessoa unida a Cristo na Cruz, nenhuma coisa é mais consoladora e gloriosa do que trazer consigo os sinais de Jesus Crucificado (Santo Agostinho).
 
·         Ficaríamos abrasados à vista das chamas que se encontram no nosso Redentor. Que felicidade poder arder naquele fogo em que arde o nosso Deus! Que alegria estarmos unidos a Deus com cadeias de amor (São Francisco de Sales).
 
·         A Paixão do Redentor é meio eficacíssímo para destruir a inimizade e conduzir a alma a grande santidade (São Paulo da Cruz).
 
·         Choro as dores e as humilhações do meu Senhor. O que mais me faz chorar é que os homens, por quem ele sofreu tanto, vivem esquecidos dele (São Francisco de Assis).
 
·         Jesus Cristo, morrendo, apagou a nossa condenação com o seu sangue para que assim recuperássemos a esperança do perdão e da salvação eterna (Santo Afonso Maria de Ligório).
 
·         O coração de Jesus foi ferido, a fim de nos mostrar pela chaga visível o seu amor invisível (São Boaventura).
 
·         É preciso propagar a Paixão de Cristo para que os homens aprendam a ciência do amor divino (São Paulo da Cruz).
 
·         Jesus entra em Jerusalém para morrer na cruz. E é precisamente aqui que refulge o seu ser Rei segundo Deus; o seu trono real é o madeiro da cruz (Papa Francisco).
 
·         Na cruz, Jesus sente todo o peso do mal e, com a força do amor de Deus, vence-o, derrota-o na sua ressurreição. Esse é o bem que Jesus realiza por todos nós sobre o trono da cruz (Papa Francisco).
 
·         O caminho de Jesus é o do amor fiel até ao fim, até ao sacrifício da vida: é o caminho da cruz. Por isso, o caminho da fé passa através da cruz (Papa Francisco).